brunodugo . The Crispy Crispy | Blog .: Abril 2008

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Blasé al'extréme.

Das antigas resgatei essa foto.

____________________

O negócio é:
-Depois do curso, entro no ônibus e sigo até o metrô, acompanhado da profesora, a qual incrívelmente tem problemas visuais, e por sua vez com sua carteirinha mágica fez de mim seu acompanhante, portanto não paguei ônibus nem metrô. [Para os não informados, portadores de deficiência vizual, ou seja lá qual for passam a não pagar e ainda podem levar um acompanhante para usufruir deste benefício.].
Voltando; deixei a professora na estação e segui até a próxima, [O além diz: -Próxima estação: Brigadeiro, desembarque pelo lado direito do vagão.].
Desci e segui até o Rei do Mate. Me matei de comer e fui andar.
Morri de rir com os olhares beeshas ao redor.
Jesus Christ, Pura caça naquele lugar.
Até alguém parar e falar comigo; coversa vai e conversa vem, e eu o mandei embora.
Blasé al'extréme.
Fiz a feena e fui andar, mijando de rir é claro.
Enfim, primeiro dia 'vivo' em São Paulo foi assim.
Cheguei ontem, mas estava podre e não saí de casa.
Prentendo amanhã saír com meu irmão, vamos ver no que vai dar, pelo menos espero terminar o dia com boas fotos.

____________________

Let's trainning the english, people.
So, I went to the course and I learn simple things about fashion;
I went to the Paulist Avenue too, and I walk alone a feel hours, It was so cool, but i ate a lot and I'm with stomacacke.
I went back to dady's house and now I'm here, surfing on the web.
I will make the figurine of my next play, and I'm so excited for it.
Than, i'm a little tired, so I will sleep, after to drink something.
Kisses a lot!
A truck of kisses!

*

domingo, 20 de abril de 2008

What can I say?

Alguns se perguntam, ou perguntam entre sí o motivo do chá de sumiço, portanto , eu me pergunto: -Será que eu não posso sumir?
Sim, é pura ignorância da minha parte, mas eu simplesmente estou no meu direito.
Estou cansado de ter que dar satisfações para tudo e para todos; onde foi parar a minha liberdade?
A paciência é mínima, portanto prefiro ficar no meu canto à ouvir reclamações e/ou responder perguntas.
Estou preso, e isso me irrita múito, (digo em relação à minha vida profissional), pois datas mudadas não tardaram e não falharam em me fazer esperar.
Estou mais do que conformado com o meu cotidiano, (digo em relação ao amor e aos amigos), porém a mesmice não demora para me irritar. Bom, pelo menos os que eu faço presente na minha vida me trazem um cotidiano totalmente diferente a cada dia, mesmo em situações múito parecidas com as anteriores.
Empolgado estou ao olhar meus desenhos. E trabalhar, bom, trabalhar me empolga e múito.
Mas não me venha com essas de procurar emprego; -Não irei!
Enfim, termino por aqui com um parágrafo na qual escrevi alguns dias atrás:

'What can I say?
I'm a guy with different perspectives of life.
My prerogative is grow up in life to rest in peace.
I want to live a lot and uow the world, hahahahaha!
Big Kiss!'

*

sexta-feira, 18 de abril de 2008

I hope.

I hope for good news.
I hope for better changes, not for the worst.
The better is coming soon.
I just hope.

God, I trust you.

*

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Boas novas.

Sabe quando você começa a sentir que está fazendo a coisa certa?
Começei hoje por excluir tudo aquilo que não presta em minha vida. Acabar de vez com a 'válvula de escape', para que tentações não venham me afrontar. Após uma última burrice, estou mudando, (não vou dizer que estou ápto a mudar, pois esse mudar nunca chega.), e pode ter certeza que daqui a um tempo o Bruno que está por vir será totalmente diferente.
Sinta-se sem nenhum tipo de intimidade comigo; certas coisas não serão mais ditas perante nossa amizade. Digo isso em relação a algumas pessoas, as quais sabem múito bem que me distânciei, e por ventura, continuarei distante.
Para começar, dar um 'reset' na vida é preciso arrancar o mal pela raíz, e isso meu caro, eu ja fiz.
Deixe que minha ópera começe.

*

sábado, 12 de abril de 2008

#201.

Postagem de #201.
E quanto tempo passou.
Só sei que o mundo deu voltas.
Pode até parecer que eu não saí do lugar, mas estou longe, pode ter certeza.
Sei que pessoas foram, e outras voltaram, umas ficaram e continuarão para todo o sempre.
Outras estão longe e posso nunca mais encontrar, o destino ninguém sabe.
Não falo somente de distância pessoal, material, mas também da distância da alma.
As vezes até prefiro estar longe.
Estou feliz por estar assim.
Perto de quem gosto, longe de quem no momento eu realmente não quero ver.
Posso ficar o dia inteiro em casa, mesmo intediado, pelo menos não ficarei irritado.
Um beijo para quase todos.

*

terça-feira, 8 de abril de 2008

Handsfree.

Andar pela rua com o handsfree entupindo a orelha, emitindo algo sonoro, melhor dizendo, ouvindo música. Algo sobre sapatos novos. Alguém cujo o nome me lembra chocolate.

New Shoes - Paolo Nutine

Woke up cold one tuesday,
i'm looking tired and feeling quite sick,
i felt like there was something missing in my day to day life,
so i quickly opened the wardrobe,
pulled out some jeans and a T-Shirt that seemed clean,
topped it off with a pair of old shoes,
that were ripped around the seams,
and i thought these shoes just don't suit me.


CHORUS:
Hey, I put some new shoes on,
and suddenly everything is right,
I said, hey, I put some new shoes on and everybody's smiling,
it so inviting,
Oh, short on money,
but long on time,
slowly strolling in the sweet sunshine,
and i'm running late,
and i dont need an excuse,
'cause i'm wearing my brand new shoes.


Woke up late one thursday,
and i'm seeing stars as i'm rubbing my eyes,
and i felt like there were two days missing,
as i focused all the time,
and i made my way to the kitchen,
but i had to stop from the shock of what i found,
a room full of all my friends dancing round and round,
and i thought hello new shoes,
byebye them blues.


CHORUS

Take me wondering through these streets,
where bright lights and angels meet,
stone to stone they take me on,
im walking to the break of dawn. (x2)


CHORUS (x2)

*

Com o perdão da palavra.

E o meu curso foi adiado denovo ¬¬.
Meu cú, com o perdão da palavra.
Mas tudo bem, eu respiro e vou esperar mais um pouquinho.
Enfim, um beijo a todos!

*

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Especial de um ano de blog.

E em um ano, múita coisa rolou, não só na vida, propriamente dita, mas também na minha cabeça. E essa eu posso dizer que rolou e múito.
Sei que fui de Buenos Aires à Finlândia em segundos, passei pela faculdade e vim parar aqui na frente do computador.
Múitos podem dizer que vagabundo sou, porém múitos não podem abrir a boca para falar de mim, pois sei que estou aproveitando a vida como sempre aproveitei, e embora criando um pouco de juízo estarei embarcando para cima, para o topo.
As vezes posso parecer um pouco blasé, mas tenho certeza que eu sou múito mais indie que você.
[Risos]
Caí na real de que deveria ter investido naquilo que sempre tive medo, ou melhor vergonha, mas não me arrependo de ter passado por outros campos trabalhísticos; acabei vivendo coisas que poderia não ter vivido. E também aprendi a deixar em off tudo aquilo que ainda não aconteceu.
Portanto, paro por aqui.
Parabéns ao Blog.
Parabéns a minha pessoa.

____________________

E o chá verde me acompanha.
-Qué chá?

*