brunodugo . The Crispy Crispy | Blog .: Novembro 2008

domingo, 16 de novembro de 2008

Ódio.

Nunca me vi assim.
A vontade suprema é de explodir corpos alheios por aí.
O ódio me consome desde sexta-feira e desde então não consigo jogá-lo fora.
Tanta ousadia, má-educação, segurança total, para que os tais alheios venham a cair no chão perdendo a máscara que os fazem humanos.
Como podem buscar o erro para prejudicar quem já havia sido prejudicado?!
Mas enfim, acho melhor parar por aqui pois o ódio vem consumindo minha saúde; chego a ficar repleto de manchas pelo corpo.

*

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Jornadas da madrugada.

E enquanto eu ainda trabalho com telemarketing, minha vida continuará bohemia.
Dormindo tarde, acordando tarde.
Quando o relógio começa a contar um novo dia, eu ainda estou saindo do trabalho, chego em casa e a família está dormindo.
O que fazer?
Internet, claro.
Estou meio que cansado dessa vida medíocre de internet, balada, bebidas, sexo, rock & roll.
Drogas? Não, eu não preciso disso meu amô.
Mas enfim, eu gosto mesmo de uma curtição.
Então prefiro não comentar sobre mais nada.

*

terça-feira, 11 de novembro de 2008

X.

Estou a ponto de x-plodir.
Já fiz proveito da má-self-educação em casa, e se não bastasse, fiz carão com pessoas que não mereciam.
[Sorry Manú].
[Sorry Daddy].
Os últimos dias de trabalho nem começaram, e estão demorando muito para acabar.
Não aguento mais ver cara feia naquele lugar.
Dó; a palavra ouvida ontem, a qual faz muito sentido em relação a um certo alguém, o qual farei questão de ignorar.
O MUNDO TENDE A DESPENCAR.

beijos.

*

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

...Sei que nada será como antes, amanhã.

Mês de mudanças.
Hoje começa a semana, a qual será decisiva, tanto no trabalho, quanto na vida por completo.
Últimas semanas de trabalho, para que assim eu possa seguir por um mês ganhando praticamente de graça e no fim do mês, consequëntemente receber aquela fortuna tão desejada.
Dezembro, nem se fala, o mês mais esperado do ano, pelo menos para mim.
Saudades irei deixar e também sentir, porém não poderia deixar escapar as férias tão esperadas e tão desenvolvidas ao longo do ano. Parece que foi ontem.
É hora de aproveitar tudo aquilo que existe de bom nesta cidade, ou seja, minha família e alguns dos bons amigos, afinal muitos que diziam ser amigos, ficaram apenas na lembrança no dia de ontem.
Completando 20 anos, tive certeza daquilo que eu desejo como futuro, e em traços únicos continuarei buscando o que há de melhor.
O que rolar durante os próximos 40 dias que estão mais do que contados, é lucro, então aproveitem de minha companhia, afinal não tenho data para retorno, e pode ter certeza que voltarei intacto, devido à proteção divina, junto daquele que fez e faz meus dias alegres, para que possamos seguir a vida felizes de ter alcançado o sonho tão desejado.

...Sei que nada será como antes, amanhã.

*